Mantendo sua família unida → Veja dicas imprescindíveis!!

A vida familiar sempre foi estressante. É difícil manter sua família unida em um mundo onde as famílias estão desmoronando. Lembre-se, a família de Adão estava tão cheia de estresse e tensão que seu filho mais velho, Caim, matou seu irmão mais novo, Abel (Gênesis 4: 1-15)! As famílias da Bíblia certamente não eram estrangeiras para enfatizar.

Os estresses e tempestades da vida destroem algumas famílias e tornam os outros mais fortes. Podemos aprender quais ingredientes fazem casas fortes e felizes que resistem às tempestades da vida. Aqui estão 5 ingredientes de uma casa feliz :

Comprometimento

O único princípio que Deus coloca primeiro é o compromisso. A palavra significa “dar no comando ou confiar, para entregar por segurança”. Sin começou com um compromisso quebrado. Deus confiou parte do universo a Lúcifer e Lúcifer quebrou esse compromisso, tentando elevar seu trono acima de Deus (ver Isaías 14). O pecado humano também começou quando Adão e Eva foram enganados pelo inimigo para quebrar seu compromisso com Deus e trair Sua confiança deles (ver Gênesis 2: 15-17; 3: 1-24).

Família

Compromisso com Deus e compromisso com os outros estão relacionados. Se alguém está comprometido com Deus, é mais provável que ele seja capaz de se comprometer com outra pessoa e ser responsável por esse compromisso. O compromisso está no centro da cerimônia de casamento, com cada pessoa se comprometendo com o outro por toda a vida. Muitas vezes as pessoas casadas não se sentem casadas, mas estão comprometidas com o casamento. Eles se comprometeram com Deus e uns com os outros, e com a ajuda de Deus, eles são capazes de manter esse voto. Veja o aplicativo do bolsa família.

Compaixão

Compaixão pode ser definida como tristeza pelos problemas do outro com o desejo de ajudá-los. Então, compaixão é realmente a capacidade de se imaginar no lugar de outra pessoa – sentir sua dor, sentir sua necessidade, ter uma vontade de ajudá-la. A maioria dos casais luta para ter compaixão um pelo outro. É difícil para um homem ter compaixão por sua esposa, ou uma esposa ter compaixão por seu marido. Existe essa coisa que chamamos de barreira de gênero que dificulta a compreensão do mundo um do outro.

Família

Homens e mulheres são diferentes hormonalmente, quimicamente e estruturalmente. Tudo isso faz com que o mundo pareça diferente de nós. Uma mulher geralmente vê a vida relacionalmente, um homem instrumentalmente. Isto é, uma mulher pensa em termos dos sentimentos de outra pessoa; um homem pensa mais em termos de apenas os fatos. Um homem pode ajudar uma mulher a ser mais objetiva sobre a vida. E uma mulher pode ajudar um homem a ter sentimentos mais subjetivos sobre a vida.

Cristo pôde ter compaixão de nós porque, através do mistério da Encarnação, Ele se tornou um de nós (ver Hebreus 4:15). Ele se colocou em nosso lugar para poder ver o mundo do nosso ponto de vista. Através do milagre do novo nascimento Ele nos ajuda a nos colocar em seu lugar para ver o mundo do ponto de vista dele.

Casais saudáveis ​​praticam mentalmente colocando-se no lugar um do outro. Isso é difícil, mas aumenta a compreensão e a compaixão pelos casais. Se você quer manter sua família unida em um mundo onde as famílias estão desmoronando, torne-se uma família compassiva.

A importância da paixão em um casamento

O dicionário diz que paixão se refere a emoções extremas e convincentes. No que se refere ao casamento, a paixão refere-se a um forte amor ou afeto, incluindo fortes desejos sexuais. Como essa paixão intensa encontra expressão no casamento cristão? Paulo usa o relacionamento entre Cristo e a Igreja como modelo para ensinar aos casais como eles devem amar uns aos outros. Não há dúvida sobre a intensidade do amor de Cristo pela Igreja, e Paulo admoesta os maridos a seguirem esse exemplo (ver Efésios 5: 22-33).

Mantendo sua família unida → Veja dicas imprescindíveis!!
Avalie este artigo!